Jikuu Mahou – Capítulo 11

Capítulo 11 de Jikuu Mahou postado. Nesse capítulo você verá que o prota é um bom cozinheiro quase igual a todos os outros protas transportados para um outro mundo. Qualquer erro tanto na tradução como na ortografia deixem por favor nos comentários avisando.

Tradução feita por (ShinigamiHentai) – Esse capítulo foi traduzido do Natsu TL.

Visite nosso site que traduz mangás: OtakuBR – Mangás.


Nabo e Sopa de Bacon

Graças a magia de recuperação da Princesa Elena, a Irmã acordou depois de um tempo.

 

「Unnnn… hã? Por que eu estou… quem são vocês?」

「Ah, por favor não se levante ainda. A magia só tem aliviado a doença, ainda não foi curada.」

「Vocês talvez sejam magos? Eu sinto muito mesmo, mas não temos dinheiro para te pagar…」

「Não se preocupe com isso, já que foi pelo capricho meu e de Elena.」

「Eu sinto muito mesmo.」

 

Irmã-san se manteve pedindo desculpas.

 

「Aria, eu comprei este pão, coma-o.」

「Obrigada, Miinya.」

 

O nome da Irmã parece ser 『Aria』 e a garota com orelhas de gato parece ser chamada 『Miinya』.

Aria-san tentou comer o pão que Miinya comprou, mas acabou por tossir violentamente depois de morder o pão.

 

「Você está bem?」

 

Eu tirei uma pequena garrafa plástica de água mineral do meu inventário, abri a tampa e tive Aria-san a bebendo. (NT: Magia “Inventário” – Pode armazenar e retirar itens livremente. seres vivos não podem ser armazenados mas micro-organismos sim. O tempo dos itens armazenados estão parados e é possível avançar ou retroceder o tempo deles.)

 

「Muito obrigada. Hã? Essa garrafa é muito leve.」

「Bem, é algo da minha cidade natal.」

「Aria, desculpe. O pão era muito duro?」

「Eu sinto muito. Minha garganta ainda dói um pouco.」

 

Parece que desde que a garganta de Aria-san ainda dói, ela é incapaz de comer o pão duro.

 

「Espere um momento. Eu vou fazer algo mais adequado. Onde é a cozinha?」

「Oji-san pode cozinhar?」

「Ei, ei! Estou numa idade sensível, então por favor não me chame de 『Oji-san』!」

「Então, Onii-san!」

「Bom, isso está ok. Algo como sopa deve estar bem se a garganta dela ainda dói. Miinya, certo? Você poderia me mostrar à cozinha?」

「Sim.」

「Então eu vou cozinhar algo um pouco, por favor, cuide de Aria-san, Elena.」

「Sim, eu entendi.」

 

Guiado por Miinya, eu cheguei à cozinha.

 

「É aqui. Então o que você irá fazer?」

「Deixe-me ver~」

 

Olhando em torno da cozinha, não parece haver qualquer alimento estocado. Bem, para chegar ao ponto onde ela teve de roubar para comprar pão, eles provavelmente tiveram um tempo difícil.

Eu verifiquei o interior do meu inventário por qualquer ingrediente que pode ser usado para fazer sopa.

 

「Vamos com sopa de 【Nabo】」

「Nabo?」

「É delícioso~」

 

Desde que 【Nabo】 estava à venda no supermercado, eu me antecipei e comprei. Desde que eu também colocar todos os meus utensílios de cozinha no meu inventário, tudo que eu precisava estava aqui.

Tirando pra fora o nabo, consomê, bacon, sal, pimenta, óleo vegetal, panela, tábua e cortar e faca do meu inventário, eu os arranjei sobre a mesa. (NT: Consomé ou Consomê, é uma especialidade da cozinha francesa. É um caldo de carne ou de galinha um pouco claro.)

 

「É isso 『Nabo』? Esta é minha primeira vez vendo-o.」

 

Minya não o conhecia, não há nenhum 【Nabo】 neste mundo?

Verificando o fogão, parece que você tem que acender a lenha. Eu tirei um isqueiro do meu inventário.

 

「O que é isso~?」

「Isso? O nome disso é isqueiro, é uma ferramenta para acender fogo.」

「Uma ferramenta mágica?」

「Ferramenta mágica? Eu acho que você poderia chamá-lo assim.」

 

Existem ferramentas que usam magia neste mundo também?

Eu acendi um galho com o isqueiro e a chama se espalhou para a lenha.

 

Primeiro, eu cortei o nabo e o bacon, então fritei o bacon na panela com óleo. Uma vez que o fogo atingiu uma certa temperatura, eu despejei um pouco de água sobre o bacon, então o juntei no consomê com o nabo. Enquanto deixando-o ferver, o nabo ficou macio e se misturou dentro. Colocando um pouco de sal e pimenta para temperar, está terminado. Porque é para uma pessoa doente, coloquei apenas uma pitada de tempero.

Carregando a panela para o quarto de Aria-san, coloquei uma tigela na mesa e despejei a sopa que espalhou um aroma agradável do consomê ao redor do quarto. A tigela de sopa é uma tigela de madeira que combina com a igreja.

 

「Oh, tal aroma apetitoso!」

「Você acha que pode se levantar?」

「Sim.」

 

Eu emprestei meu ombro para Aria-san e a apoiei para a mesa.

 

「Que aroma apetitoso! Para mostrar tamanha bondade para nós, eu não sei como lhe agradecer o suficiente…」

「Você pode deixar isso para depois, coma isso antes que esfrie.」

「Ok.」

 

Aria-san colocou a sopa em sua boca.

 

「Tão delicioso!」

 

Aria-san começou a chorar por algum motivo.

 

「Ei agora, não há nada a lamentar.」

「Eu sinto muito, isso é apenas muito delicioso!」

 

Aria-san constantemente comeu a sopa.

 

Guu~

 

Quando eu ouvi um barulho, era o som dos estômagos das crianças.

 

「Vocês querem um pouco de sopa também?」

「「Nós podemos!?」」

「Há o suficiente para todos. Venham, peguem suas tigelas.」

「「Oba!」」

 

As crianças se alinharam na minha frente, com as tigelas. Isso se sentia como se eu fosse a tia da merenda no refeitório da escola.

Eu despejei a sopa nas tigelas das crianças um por um.

As crianças cuidadosamente levaram suas tigelas para a mesa como se fosse algo valioso e começaram a comer a sopa.

 

「「Saboroso~!」」

 

Minha sopa parece ser popular com as crianças.

De repente, notei que Elena estava me encarando com olhos cintilantes. Tirando a tigela que eu ganhei do festival do pão do meu inventário, eu derramei a sopa nele e o coloquei na mesa junto com uma colher, chamando Elena para se aproximar.

 

「Aqui, peque um pouco também Elena.」

「Está tudo bem?」

「É claro!」

「Muito obrigada!」

 

Eu também peguei outra tigela e sentei ao lado de Elena para comer a sopa com todos. Apesar de não fazendo ela completa, ela ficou realmente muito boa.

No entanto, só tendo a sopa não será suficiente para nos encher. Tem mais alguma coisa?

Pesquisando através do meu inventário, consegui encontrar algo bom.

 

「Todo mundo, que tal experimentarem um pouco disso?」

 

Eu tirei 2 embalagens de pão de sanduíche com 8 fatias cada.

 

「O que é isso?」

「É pão.」

「Pão quadrado?」

 

Eu passei 2 fatias cada a um. Desde Aria-san não podia comer o pão duro que miinya comprou, as crianças tinham 1 fatia de cada, eu e Elena pegamos metade de uma fatia cada, 1 fatia foi deixada com Aria-san e a última fatia foi dada as 4 crianças para compartilharem.

 

「Esse pão é super macio e delicioso!」

「Ora, ora. Coma ele devagar agora.」

「「Tudo beeem!」」

 

Todos pareciam desfrutar da refeição apetitosa. Todo mundo comeu a sua sopa e pão.

 

「Muito obrigada, estava deliciosa.」

「「Deliciosa~」」

「Ela estava realmente deliciosa.」

 

Aria-san, as crianças e Elena pareciam estar satisfeitas.

 

「Aria-san, tente beber isto depois de comer.」

「O que é isso?」

「Isso se chama 【remédio】. Enquanto a magia de Elena alivia a sua doença, seria uma boa ideia beber isto apenas no caso.」

「Muito obrigada.」

 

Bem, é só remédio para resfriado, mas ainda seria melhor do que não beber.

Anterior | Índice | Próximo

Anúncios

Uma resposta em “Jikuu Mahou – Capítulo 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s