Tensei Shintara Slime Datta Ken – Prólogo

Olá, estou postando o “Prólogo” de Tensei Shitara Slime Datta Ken. Caso encontre qualquer erro tanto na tradução como na ortografia deixem por favor nos comentários avisando.

Tradução feita por (Shinchan) – Esse capítulo foi traduzido do Guro Translation.

Visite nosso site que traduz mangás: OtakuBR – Mangás.


MORTE E REENCARNAÇÃO

NOTA: Olá! Eu sou Shinchan. Estarei retraduzindo e reescrevendo completamente essa maravilhosa história, consertando completamente a estrutura e os erros aqui contido. Espero que gostem bastante! Bem… sou uma pessoa muito perfeccionista e como antigamente eu tinha muita dificuldade para ler light novels, vou escrever de uma maneira que se torne mais agradável e fácil de se ler. Eu mudarei algumas linhas conforme achar necessário para tonar o enredo mais compreensível. Então… Vamos ser felizes juntos acompanhando essa delícia! 😀


POV SATORU

Bom, uma vida tão simples e normal que nada pode ser mencionado…

Depois que me formei na faculdade, consegui um emprego como um funcionário comum em uma grande empresa, e no momento, estou vivendo sozinho com meus 37 anos de idade. E não tenho namorada…

Depois de alguns anos sem ver meu irmão mais velho e sem o apoio dos nossos pais, minha vida é constituída basicamente em viver independentemente, bom, você poderia dizer que sou um solteirão intencional.

Falando sobre a minha altura, eu não sou pequeno e minha aparência não é tão feia, quero dizer, tenho um rosto até que agradável. Mas infelizmente sou impopular. Mas venho me esforçando bastante para conseguir uma namorada, entretanto, meu coração acabou se partindo em vários pedaços após ser rejeitado três vezes seguidas. Bem, depois de ter chegado nesta idade, posso dizer honestamente que romance não é nada mais que um grande incômodo. E, embora você possa dizer que estou bastante ocupado com o meu trabalho, não é como se fosse uma situação ruim não o ter.

Não pense que eu estou dando desculpas… certo…

[Senpai!!! Me perdoe por fazê-lo esperar!!]

Gritou-me um jovem bastante animado e com um sorriso estampado em seu rosto, ele estava caminhando em minha direção junto a uma beldade que vinha logo ao seu lado. Este era Tamura, um júnior que trabalha na minha empresa. Aquela ao seu lado era a renomada Madonna de nossa empresa, a recepcionista Sawatari-san. Esses dois irão se casar em breve e me pedirão alguns conselhos, e, por sinal, essa é uma das razões pela qual eu venho me perguntando se sou realmente impopular… Bom… Vamos deixar isso de lado.

O encontro foi marcado para ser após expediente de trabalho e seria realizado em um cruzamento próximo a uma faixa de pedestres, e foi lá onde eu me encontrava encostado em poste imerso em pensamentos profundos.

[Não se incomode por isto. Então, qual é o tipo de conselho que vocês estão procurando?]

Eu perguntei enquanto acenava, fazendo uma saudação para Sawatari-san.

[Prazer em conhecê-lo! Sou Sawatari Miho. É a nossa primeira vez conversando mesmo que nos vemos frequentemente, certo? Isso me deixa um pouco nervosa]

“Nervoso aqui sou eu droga! Quero dizer, em primeiro lugar, eu sou péssimo em conversar com mulheres. Como você não consegue enxergar isso? Me dê um tempo…”. Eu resmungava essas palavras em meus pensamentos.

Para início de conversa, não importa como você enxergue esta situação, eles não deveriam estar buscando algum conselho meu, certo? Sou alguém tão azarado e sem experiência em assuntos que envolvem o amor. Eles devem estar brincadeira comigo, eu tenho certeza disso!

[Olá. Eu sou Mikami Satoru. Não há necessidade de ficar nervosa você pode relaxar, Sawatari-san é bem famosa em nossa empresa então é impossível eu não a conhecer, assim não tem necessidade de apresentações, eu acho. E por acaso eu frequentei a mesma universidade que Tamura, onde nos conhecemos e nos tornamos amigos]

[O que você quer dizer sobre eu ser famosa!? Esses são rumores estranhos que se espalharam sobre mim??]

[De fato. Como ter tido um caso com um determinado Chefe, ou ir em encontros com certa pessoa… algo como isso?]

Eu acabei provocando ela. Eu só quis dizer isso em um tom de brincadeira, mas confesso que foi fofo ver Sawatari-san com os olhos lagrimejando e o rosto avermelhado por estar envergonhada. Bem, isso acabou acontecendo porque as minhas piadas são carentes de delicadeza, acho que deveria parar de fazer esse tipo de piada, assim como muitas pessoas vem me aconselhado, mas sem querer acabei falando em voz alta de qualquer maneira.

Shinchan: Bah… E depois não sabe o porquê de estar solteiro ainda…. xD  >.<

Como o esperado, este também foi mais um de meus fracassos. Parece que eu tenho uma personalidade horrível.

Tamura estava consolando Sawatari-san dando-lhe alguns tapinhas em seu ombro. PORRA! Tamura, seu BASTARDO! São em situações como esta que você deveria explodir! Eu deveria gritar isso, não é? Não é!!?

[Senpai, por favor, não fale mais nada! E, Miho, isso foi apenas uma piada! … ]

Esse Tamura com um sorriso conseguiu aliviar as coisas, realmente ele é bem promissor eu confesso. Nem um pouco inconveniente, era uma pessoa agradável e difícil de odiar. Ele tinha apenas 28 anos de idade, era uma baita diferença entre nossas idades, porém, de certa forma eu e ele sempre acabamos nos dando muito bem. Acho que não tenho escolha, vou apenas dar-lhes meus parabéns…

[Hahaha… Eu sinto muito por isso, você acabou vendo como sou um pouquinho ruim conversando com mulheres… Bem, ao invés de permanecer aqui porque não procuramos um lugar para almoçarmos e assim eu poderei ouvir o que vocês têm a dizer]

Era apenas ciúmes, afinal… Mas enquanto eu pensava

[KYAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA]

Em meio aos gritos veio o caos e a confusão. O que era quilo? O que estava acontecendo?

[DÊ O FORA! Ou eu vou te matar!]

Quando me virei, deparei-me com um homem correndo em nossa direção. Ele estava com uma faca de cozinha em uma de suas mãos e uma sacola na outra. Então, ouvi outro grito enquanto o homem estava se aproximando. Uma faca de cozinha ele estava segurando… Espere… UMA FACA!!? E ele estava apontando ela para…

[TAMURAAAAAAAAAAA]

* PUM!..*  Consegui empurrar Tamura para longe.

* Tscha! * Após esse leve som uma dor ardente começou em minhas costas

[Tch, Não fique no meu caminho!]

Após ver o homem gritando enquanto fugir, assegurei-me que Tamura e Sawatari-san estavam em segurança. Com um grito alto e sem dizer uma única palavra, Tamura correu em minha direção. Embora Sawatari-san esteja parada em estado de choque devido ao súbito acontecimento, ela parece estar bem, que alívio… De qualquer forma, minhas costas parecem estar queimando, e também estou sentindo bastante dor. Agora na região das minhas costas está bem quente, parece até que está pegando fogo.

Mas que merda é essa!? Está muito quente… por favor… poupe-me disso.

<<Confirmado. Estabelecendo resistência ao calor… Sucesso>>

Talvez… Será que eu fui esfaqueado?

Shinchan: … Será ? .-.

Acabei sendo esfaqueado e estou morrendo… DE JEITO NENHUM!

<<Confirmado. Resistência à Perfuração… Sucesso>>

<<Confirmado. Resistência à Ataques físicos… Sucesso>>

[Senpai… Sangue… Eu não estou conseguindo estancar o sangramento… Meu deus não quer parar!]

Mas que barulho estranho, quem é este cara? Será Tamura? Eu posso estar imaginando coisas, mas agora pouco pensei ter ouvido uma voz estranha, não acho que é possível ser a voz de Tamura.

Sangue? Bem, é óbvio que estou sangrando, afinal de contas, eu sou um ser humano… Se eu for apunhalado é claro que vou sangrar!

Mesmo assim, esta dor, eu não consigo suporta-la…

<<Confirmado. Adquirido imunidade a dor… Sucesso>>

Hm, vajamos… Isso parece ser ruim, a dor devido ao choque parece estar deixando a minha mente confusa.

[Ta-, Tamura… se acalme, isso- não é grande coisa, está bem? Não se preocupe]

[Senpai, san-, o sangue…]

O rosto de Tamura estava inexpressível e pálido, parecia que queria chorar de desespero. Ele estava tentando me segurar em seus braços, sua expressão atual está estragando a sua excelente aparência.

Tentei verificar o estado de Sawatari-san, mas minha visão estava muito embaçada e não consegui ver nada.

Como a dor havia desaparecido, um frio avassalador começou a brotar em minhas costas. Isso está ficando bastante perigoso, hein… As pessoas realmente morrem quando elas não tem sangue suficiente.

<<Confirmado. Projetando um corpo que não necessite de sangue… Sucesso>>

(Esp… ??? Você!? Mas o que você vem dizendo este tempo todo? Não consigo entender nada…) Eu tentei falar isto, mas minha voz não saiu, isto está ficando ruim. Eu realmente poderei morrer se continuar assim.

Bem, parece que pelo menos o ardor e as demais sensações dolorosas estão desaparecendo. Mas está frio, tão frio que eu não sei o que fazer. Deus… agora é a vez do frio me congelar por completo, eu sou um cara sem sorte, sou muito ocupado para morrer congelado…

<<Confirmado. Estabelecendo resistência ao frio… Sucesso, devido ã aquisição de resistência ao frio e ao calor, a habilidade evoluiu com sucesso para – [Resistência ã mudanças térmicas EX] >>

Naquele momento quando eu estava à beira da morte, acabei recordando-me sobre um determinado assunto de extrema importãncia.

Mas é claro! O arquivos do meu HD!!!

Shinchan: ( ͡° ͜ʖ ͡°)

[Tamuraa!!! Se na pior das hipóteses, eu acabar morrendo… Eu deixo meu computador para você! Jogue-o na banheira, de um curto-circuito nele para eliminar completamente os dados…]

Reunindo o que sobrou da minha energia, eu contei-lhe sobre esse assunto de extrema importância.

<<Confirmado. A eliminação de dados por curto-circuito…. Nenhuma informação disponível, incapaz de cumprir. Falha na ação. Aplicando ações de substituição:

Adquirindo Resistência elétrica …. Sucesso! Além disso, a aquisição de Resistência a Paralisia…. Sucesso!>>

Por um momento, Tamura ficou inexpressivamente olhando fixamente, como se não pudesse acreditar no que acabou de ouvir, mas, um momento depois ele conseguiu entender o que eu quis dizer,

[Haha- … isso é tão a sua cara, Senpai…]

Dizendo isso, ele sorriu amargamente. Eu não queria ver um homem chorar de qualquer maneira, um sorriso forçado seria bem melhor do que isso.

[Eu… pra ser honesto… sobre Sawatari-san, eu na verdade queria apenas me exibir…]

Com eu havia pesando…. Realmente, este bastardo…

[…Tsk. Geez. Eu o perdôo, apenas certifique-se de fazê-la feliz… Deixo o computador para você, não esqueça de fazer o que pedi…]

Com o resto das minhas forças, foi tudo o que eu consegui dizer.

E foi assim que, eu, Mikami Satoru, morri.

E naquele instante, a “alma” de Mikami Satoru começou a se fundir com um monstro sem forma que acabava de nascer em outro mundo, através de uma fenda dimensional tão pequena que não era possível ver a olho nu. Esse monstro possuía uma massa de essência mágica, e esta, era a fonte vida que faziam os monstros nascerem, assim, Mikami Satoru, por fim, conseguiu ser ligado completamente a ela. Com base em seus pensamentos, a massa começou a da forma ao corpo e superando o que normalmente seria um feito impossível de acontecer, Mikami Satoru renasceu como um monstro neste novo mundo.

Eu vivi uma vida tão normal e simples, que acabei não tendo grandes realizações que vale a pena ser mencionado. Consegui pelo menos me formar na universidade, e timidamente entrei em uma grande empresa como um funcionário comum, eu tinha 37 anos e vivia sozinho, para piorar nunca namorei. Meu irmão mais velho que eu não via há anos, estava recebendo ajuda de nossos pais, assim, acho que você poderia dizer que eu fui um solitário solteirão por vontade própria.

Graças a isso, também não perdi minha virgindade…

Parando para pensar… eu acho que acabei reencarnando em outro mundo sem usar uma única vez o meu amiguinho aqui… meu filho (que não tive) deve estar chorando decepcionado… Eu sinto muito! Por não ser capaz de o fazer nascer e cria-lo até virar um adulto… Se realmente existir reencarnação, ire ser mega ativo e não irei perdoar ninguém!  Vamos fazer a festa e comer tudo e tador sem pensar no amanhã…. Bem…, acho que isso seria uma ideia ruim,  hein…

Shinchan: Vai até atrás dos homens safado ( ͡° ͜ʖ ͡°)²

<<Confirmado. Adquirindo habilidade única [Predador] …. Sucesso>>

Falando de mim, eu não estava tão longe de completar 40 anos. Um virjão aos 30 anos me faz parecer um mago, então, provavelmente eu estava perto de me tornar um sábio, não é?… talvez até mesmo um grande sábio não seria sonhar demais. Embora, para ser honesto, eu mesmo acho que isso seria ir um pouco longe demais.

<<Confirmado. Adquirindo a habilidade extra [Sábio] …. Sucesso. Continuando, evoluindo habilidade extra [Sábio] para a habilidade exclusiva [Grande Sábio] …. Sucesso>

(Mas o que há com essa voz que tem falado até agora. Mas que po*** é <habilidade única [Grande Sábio]>. Você está tirando uma da minha cara?)

Não é nem um pouco original!

Nem engraçado, não para mim!

Realmente, tão rude e indelicado…

E pensando essas coisas, eu adormeci.

(Então, é assim que é morrer… não é tão solitário quanto eu pensava.)

E essas foram os últimos pensamentos de Mikami Satoru, antes de deixar este mundo.


NT: Seguirei traduzindo desta forma, não está totalmente perfeito então conto com a ajuda de vocês para apontar alguns erros e eu estar corrigindo, espero que tenham gostado! Como é trabalhoso demais, prometo retraduzir um capítulo por semana, se eu estiver inspirado farei mais!

Att. Shinchan, Tradutor e Revisor das Equipes Kuork e Herói Undead Novels.


Informações adicionais para a leitura dos futuros capítulos:

Pensamentos, Descrições e ações: Serão escritos em texto corrido, se for dito algum pensamento direto de autorreflexão, adicionarei parênteses;

Falas: Primeira pessoa – Estarão dentro de: [] ou com o auxilio de uma identificação do personagem;

            Vozes adicionais Pessoa – No caso é a voz dentro da cabeça de Satoru colocarei: << “xx” >>

Identificação: Utilizarei o sistema de POV, e em nomes de lugares ficará dentro de [XX] (no caso, será em caixa em cor preta e em negrito)

Obs: Manterei alguns termos japoneses e ingleses, para ficar mais legal e característicos.

Os capítulos serão postados aqui na Herói Undead e no meu blog pessoal, você pode acessá-lo clicando aqui.

Não esqueça de nos apoiar e deixar os seus comentários!!

Índice | Próximo

Anúncios

11 respostas em “Tensei Shintara Slime Datta Ken – Prólogo

    • Sim, traduzirei no mínimo dois capítulos por semanas. Como são textos muito longos é mais trabalhoso, minha vontade e objetivo é traduzir os 168 capítulos e depois ir lançando até chegar nos capítulos mais atuais. Só que vai demorar um pouco, pois to fazendo sozinho. Se eu conseguir uma parceria com outro tradutor posso conseguir traduzir com mais rapidez. Obrigado por acompanhar!

      Curtir

    • Dois capítulos por semana (tentarei) ou até mais. Via de regra sempre tentarei postar nos finais de semana que é quando eu tenho mais tempo. Saindo aos sábados ou domingos. No mínimo estarei postando um capítulo a cada domingo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s